sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Parte dos vereadores recusa receber denúncias de corrupção na prefeitura

A última reunião deste mês de outubro que aconteceu no dia 15 foi bastante tumultuada, onde, logo no início da sessão, os vereadores Adonias, Piu, Osmano Neudirlan, Helena, Valdemir e Elias, ambos aliados do prefeito desta cidade, levantaram e saíram de suas cadeiras na intenção de acabar com a reunião.
Tudo começou quando, há cerca de 30 dias o presidente da Câmara Júnior Leonir recebeu de forma anônima uma fartura de documentos apresentando fortes denúncias de formação de quadrilha na prefeitura, inclusive com envolvimento de alguns vereadores.
Geralmente, as denúncias anônimas que chegam até o legislativo jaibense, são descartadas ou ignoradas. Mas desta vez, diante do conteúdo e a riqueza de detalhes, e acompanhada de uma mídia CD com mais documentos e provas, o presidente Júnior Leonir, cauteloso, resolveu solicitar um parecer jurídico, sobre o que fazer com robustos documentos acusativos. O parecer jurídico foi lido nesta reunião mesmo diante de fortes críticas de alguns vereadores ligados ao prefeito.
O parecer, diante de jurisprudências de órgãos superiores como o Supremo Tribunal Federal, apontou a necessidade de uma verificação sobre a veracidade ou não dos indícios apresentados na denúncia. A partir desta primeira iniciativa a presidência da Câmara falou em indicar uma comissão para ler e analisar o teor da denúncia que é composta de inúmeras páginas digitadas e um CD.
Diante da não aceitação da formação da comissão, o presidente determinou que fosse lida em plenário a acusação que foi ouvida por uma grande quantidade de pessoas ali presentes, além da divulgação ao vivo por emissora de rádio local. Neste momento, os vereados citados resolveram acabar com a reunião, mas não foram pra casa, ficando ouvindo do lado de fora do plenário.
Apesar de ser apresentado a todos, inclusive via rádio, os nomes dos componentes da possível quadrilha que diz ser chefiada por um médico, este informativo momentaneamente não divulgará a relação, sabendo que esta história está apenas começando, e o denunciante anuncia que esta é apenas uma pequena parte das denúncias e muitas outras virão. Grande parte das alegações apresentadas já foram denunciadas pelo Folha de Jaíba.

Desvios de mais de 500 mil reais por mês
Entre as variadas denúncias que foram apresentadas com riquezas de detalhes e de conhecimentos jurídicos, aponta um desvio de cerca de 500 mil reais mensais que são distribuídos entre os membros da quadrilha, e constam envolvimentos em fraude no transporte escolar com licitações duvidosas; contratação sem licitação de advogados de Uberlandia por preços exorbitantes. Sendo que tais advogados prestam serviços particulares ao prefeito Enock, conforme provas apresentadas; falta de repasses do pagamento da previdência que é descontado na folha de pagamento do funcionalismo público e que já gerou multa de 2 milhões de reais à prefeitura. Também foi denunciado uma farra no pagamento de diárias à funcionários do alto escalão, o que faz dobrar seus salários, e também gratificações para servidores, que devolvem parte a seus “chefes”.

Os vereadores Adonias Félix (líder do prefeito) e Valdemir Soares, chegaram a usar a tribuna para apresentar o repúdio, e disseram sentir envergonhados pelo fato da Câmara questionar sobre denúncia anônima. Diante do término repentino desta reunião ordinária da Câmara com a retirada dos vereadores aliados, o presidente Júnior Leonir nomeará através de decreto legislativo uma Comissão Especial de três vereadores para analisar o teor das acusações e apresentar um relatório sobre qual destino será dada à mesma.

O grupo político liderado por Reginaldo e Correinha foi o grande vencedor desta última eleição em Jaíba

RESULTADO dos Dep.
Estaduais votados em Jaíba
MAJORITÁRIOS em Jaíba: Rodrigo
de Castro e Paulo Guedes

A eleição que aconteceu no último dia 05 de outubro nesta cidade, assim como nas demais, serviu como termômetro para medir o potencial de cada liderança política no sentido de mostrar sua força junto ao eleitorado e perante o governo estadual e federal.
O grupo liderado pelo empresário e produtor rural Reginaldo Silva, apesar de trabalhar com uma campanha modesta e de baixo custo, teve uma grande aceitação por parte do eleitorado, e mesmo pertencendo a um grupo oposicionista conseguiu eleger os deputados majoritários do município na esfera federal Rodrigo de Castro (2º mais votado do estado) e estadual Paulo Guedes (o mais votado do estado). A atual administração municipal, apesar da grande estrutura montada, mostrou um resultado bastante tímido.
Conforme dados do Tribunal Eleitoral, houve uma grande pulverização dos votos de Jaíba, resultando na apuração, variados nomes até mesmo desconhecidos pela maioria da população. Houve também muitos faltosos, indicando um baixo número de votos válidos nas 68 seções do município. Vejam os dados:
Deputado Estadual
170 nomes diferentes foram votados em Jaíba, dos quais, 47 eleitos e 123 não eleitos. Do número total de eleitores cadastrados que é 22.895, compareceram nas urnas 17.724, de onde foram aproveitados apenas 16.156 votos válidos, com 5.171 abstenções, 1.012 votos brancos, 566 votos nulos, 14.260 votos nominais (no candidato), e 1.896 votos de legenda (no partido).
Deputado Federal
183 candidatos também receberam votos dos jaibenses, dos quais, 49 eleitos e 134 não eleitos. Do número total de eleitores cadastrados que é 22.895, compareceram nas urnas 17.724, de onde foram aproveitados apenas 16.152 votos válidos, com 5.171 abstenções, 1.006 votos brancos, 566 votos nulos, 14.884 votos nominais (no candidato), e 1.268 votos de legenda (no partido).
Os mais votados em Jaíba - Deputado Estadual
Paulo Guedes 5.367 – Gil Pereira 1.657 – Tadeuzinho 1.117 – Luiz Henrique 1.053 (não eleito) - Arnaldo 716 – Arlen Santiago 617 – Ana Maria 598 (não eleita) - Rogério Correia 421 – Missionário Márcio 384 – Cristiano Silveira 305 – Anderson Miranda 271 (não eleito) - Roberto Andrade 191 – Dr. Wilson Batista 168 – Jair Digregório 151 (não eleito).
Os mais votados em Jaíba - Deputado Federal
Rodrigo de Castro 3.625 – José Silva 2.814 – Marcelo Aro 1.742 – Luis Tibé 835 – Reginaldo Lopes 759 – Ademir Camilo 631 (não eleito) - Raquel Muniz 628 – Gabriel Guimarães 590 – Vilson da Fetaemg 384 (não eleito) – Pastor Franklin Lima 363 (não eleito) - Padre João 341 – Eros Biondini 286 -  Rômulo Veneroso 203 (não eleito) – Humberto Souto 139 (não eleito) – Marcio Nobre 126 (não eleito) – Pedro Zacarias 105 (não eleito).
Para Presidente da República, a candidata Dilma obteve 13.007 votos, Aécio Neves 2.218 e Marina Silva 1.230.
Para o governo de Minas, o eleito Fernando Pimentel obteve 13.143 votos, Pimenta da Veiga 2.294 e Tarcísio Delgado 165.

Para o cargo de senador, o eleito Antônio Anastasia obteve 2.682 e o não eleito Josué Alencar 11.498.

Requerimentos e ações dos vereadores de Jaíba neste mês de outubro

Estamos publicando mensalmente as ações desenvolvidas pelos legisladores jaibenses, envolvendo seus projetos. São estes os requerimentos aprovados neste mês de outubro:
Eltin Enfermeiro – Requereu da prefeitura a relação nominal de todos os fornecedores e pagamentos dos empenhos de compras e serviços referente ao período de 1º de janeiro de 2014 até a data atual, prevendo para o não cumprimento deste requerimento medidas judiciais.
Valdemir Soares – Construção de trevo ou rotatória nas ruas Júnior de Castro e Matias Cardoso, no bairro Nossa senhora da Glória.

José Geraldo Aguiar – Ativação de uma Mini Estação de Tratamento de Água na comunidade rural de Corredor.

Instalação de redutores de velocidade na estrada do Projeto Jaíba

O vereador José Geraldo fez gestão junto ao governo de Minas, para minimizar um iminente perigo que é o risco de acidente na principal rodovia que dá acesso ao Projeto Jaíba, e propiciou a instalação de redutores de velocidade. O serviço foi realizado este mês pelo Departamento Estadual de Estradas DER.

Com a instalação dos redutores tipo Sonorizadores, o risco de acidentes automobilísticos naquela localidade reduzirá consideravelmente, proporcionando mais segurança aos produtores do Projeto que trafegam por ali.

Vereadores suspeitam de políticos ainda estarem juntos e unidos

Nos pronunciamentos da primeira reunião ordinária dos vereadores de Jaíba neste mês de outubro, teve como principal assunto a volta da união ou junção de dois grupos políticos denominados de 12 e 33, que até então pensavam que estavam separados. Esta união já causou sérios prejuízos para o município, levando inclusive na cassação de um prefeito e prisão de outros envolvidos.
A principal suspeita da volta deste namoro político foi apresentada pelo presidente da Câmara Júnior Leonir, onde foi constatado o apoio nesta última eleição para deputado de um dos principais fornecedores da prefeitura, que é a Clínica Médica Robleto e Araujio Ltda, que possui em vigência um contrato no valor de R$ 823.821,72 com o município, e estranhamente, como de praxe, não apoiou os candidatos ligados à prefeitura, e sim os ligados ao ex prefeito Detim, que juntamente com seu irmão, estão em liberdade provisória da cadeia de Manga.

Nas últimas eleições municipais teve a participação decisiva do grupo do ex prefeito Sildete Araujo para levar ao poder o grupo do médico Wellington, que coincidentemente também atua nesta clínica que é ligada à prefeitura de Jaíba. 

Dados do Ministério do Trabalho apontam aumento do número de desempregados em Jaíba

A última divulgação de dados do governo envolvendo estatística sobre contratação e demissão de empregados aconteceu no último mês de setembro e o município de Jaíba apresentou uma recaída na oferta de empregos, sendo que o número de demissões ultrapassou o número de contratações. Os números são divulgados de dois em dois meses.
Estes dados são medidos pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) que é um registro administrativo do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), instituído pela Lei Federal n° 4.923, visando acompanhar o processo de admissão e demissão dos empregados regidos pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e que serve de referência para a implantação de políticas públicas nos estados e municípios.
A edição referente ao mês de agosto do CAGED foi divulgada pelo Governo Federal, no dia 12 de setembro, e mostra que, no oitavo mês do ano, foram admitidos pelas empresas que estão instaladas em Jaíba um total de 235 trabalhadores com carteira assinada. O estudo também mostrou as demissões que chegaram a 264 que, subtraídas as 235 contratações, foi obtido um saldo negativo de 29 perdas de novos postos de trabalhos.

Os números mostram que o município de Jaíba está em crise na oferta de empregos regulares, pois neste mesmo período no ano passado (2013), o número de admissões chegou a 346 enquanto os desligamentos ficaram em 240, ficando constatado um saldo positivo de 106 empregos ofertados com carteira assinada.

ONG evangélica lança campanha contra o "voto de cajado"

Em Jaíba religiosos obtiveram 1.381 votos para deputados estaduais e federais
Uma Organização Não Governamental (ONG) está fazendo campanha para que os eleitores não vinculem a sua doutrina religiosa a candidatos “representantes” de certas igrejas, onde os templos são sagrados e os candidatos, na maioria das vezes não possuem autêntico perfil religioso, e mesmo que, se tivessem, não usariam a igreja para tal serviço.
Em Jaíba, políticos religiosos obtiveram 1.381 votos nas eleições deste mês, sendo votados candidatos como: Pastor Vanderlei Miranda, Pastor Franklin Lima (não eleito), Missionário Márcio, Padre João e Eros Biondini.
Contrária ao mercado do voto religioso, a Rede Fale, uma organização não governamental que congrega evangélicos de diferentes igrejas, lançou antes das últimas eleições uma campanha contra essa prática, muito comum em tempos de campanha. E não é para menos. Os evangélicos atualmente, segundo o mais recente censo do IBGE, representam 22% da população brasileira, ou 42,2 milhões de pessoas, um contingente expressivo que pode decidir uma eleição. Além disso, no primeiro turno, a disputa presidencial, dois dos 11 candidatos a presidente, Marina Silva e Pastor Everaldo, são evangélicos.
Batizada de “Diga não ao voto de cajado” – referência ao instrumento usado pelos pastores para tocar animais – o objetivo da campanha é qualificar a participação evangélica nas eleições, estimulando a discussão de temas relacionados ao pleito, e combater o uso da religião como instrumento para obtenção de votos, afirma a secretária-executiva da Rede Fale, Morgana Boostel, 27 anos, psicóloga e fiel da Igreja Batista. “Nosso foco é trabalhar para combater a estratégia de angariação de votos dos membros da igreja como curral eleitoral.”
Segundo ela, a Rede Fale defende o direito a manifestação de fé, garantido pela Constituição, mas também que o espaço religioso não seja usado como trampolim eleitoral. Morgana lembra que essa prática, além de não ser um exemplo da “melhor tradição cristã de participação política”, também é vedada pela legislação eleitoral. Pastores, bispos e também padres são proibidos de fazer propaganda eleitoral em igrejas e templos. Também não é permitida a fixação ou distribuição de material de campanha dentro desses ambientes.

Na avaliação da Rede Fale, um dos perigos para o cristão que deseja atuar politicamente é achar que, por ser “crente”, está abençoado para a política. “Essa é a concepção que leva milhões de brasileiros a votar no ‘pastor’ ou no ‘irmão’ abençoado pelo pastor”. De acordo com Morgana, a campanha contra o voto de cajado está sendo feita nas redes sociais e todo o material de divulgação pode ser acessado na página da entidade.

Recursos recebidos pela Prefeitura de Jaíba em 2014 já ultrapassaram 40 milhões de reais até o mês passado

Sem contar a arrecadação local, neste ano (até o mês passado) entraram nos cofres da Prefeitura de Jaíba R$ 38.034.841,41. Esta é a arrecadação nos oito primeiros meses deste ano de 2014. Continuamos publicando mensalmente os recursos institucionais que entram nos cofres da Prefeitura de Jaíba, para que a população tenha conhecimento e noção da dimensão dos valores que são gastos pelo executivo local.
Tivemos acesso apenas aos valores repassados pelo Governo Federal e Estadual via Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, mas se contabilizar os recursos arrecadados pelo próprio município como IPTU, ITBI, ISSQN, CND e outros, pode se chegar a um valor próximo dos 45 milhões de reais, o que é um montante considerável para o tamanho do município de 36 mil habitantes.
A reportagem do Folha apurou os repasses constitucionais que entraram nos cofres do município no mês passado (setembro), chegando ao valor de R$ 3.728.799,37. Este valor não consta a arrecadação municipal.
Possíveis convênios estaduais ou federais, também não foram somados. Portanto a arrecadação do mês de setembro pode ter ultrapassado ao valor de 4 milhões de reais.
Confira os repasses do mês de setembro/2014:
- FPM - FUNDO DE PARTICIPACAO DOS MUNICIPIOS -  R$   1.232.650,69
- FEP – FUNDO ESPECIAL DO PETRÓLEO – R$ 23.816,49
- ICMS – DESON. EXPORTAÇÃO – R$  5.678,47
- ITR - IMPOSTO TERRITORIAL RURAL - R$  6.146,05
 - ICMS ESTADUAL -  R$    941.385,58
- FUS - FUNDO SAUDE - R$  330.198,04
- IPI EXPORTACAO - R$ 12.367,99
- FUNDEB – F MAN DES  ED BAS  VAL PROF EDUC -  R$ 652.331,44
- SNA - SIMPLES NACIONAL - R$ 39.058,22
- IPVA – IMP.SOB.PROP.VEIC.AUTOM. – R$ 44.369,93    
- VIGILANCIA EM SAÚDE – R$ 1.804,90
- REDE BRASIL SEM MISÉRIA – R$ 7.500,00
- CENTRO ESP. ODONTOLÓGICA CEO – R$ 2.200,00
- EQUIP.MULTIPROFISSIONAIS DE APOIO R$ 6.000,00
- SAÚDE BUCAL – SB – R$ 17.840,00
- AGENTES COMUNITÁRIOS SAÚDE R$ 76.050,00  
- SAÚDE DA FAMÍLIA – R$ 89.125,00
- RECURSOS PARA O NASF – R$ 40.000,00
- NUCLEO APOIO SAUDE FAMILIA NASF R$ 34.000,00
- PAB FIXO – R$ 80.591,00                                                
- TRANSPORTE ESCOLAR – R$ 28.728,26   
- SALÁRIO EDUCAÇÃO – R$ 56.957,31                          

Fontes:https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/beneficiario,802,4647,4652,0,1.bbx - http://www.fns.saude.gov.br/indexExterno.jsf - https://www.fnde.gov.br/pls/simad/internet_fnde.liberacoes_01_pc. 

Top Premium homenageia os melhores profissionais de Jaíba – Versão 2014

MELHOR Político de Jaíba (Reginaldo)
MELHOR Serviço Lanternagem(Josué)

Como acontece todos os anos, em noite festiva aconteceu neste mês de setembro mais uma entrega do troféu aos melhores profissionais desta cidade nos mais variados segmentos. A escolha é feita através de pesquisa de opinião pública em toda a comunidade. Relação dos 102 premiados:

Academia Proforma Casa de carnes Casa de Carnes Central Agencia bancária Banco do Brasil Agencia de Eventos GS Produções Assistente social Geane Francielly Atendente de farmácia Elenilson Atendente bancário José Warley Atendente de loja Tatiane Auto elétrica Sânia Auto Escola Ideal Bar WL Bar dos Amigos Bioquímico Elber Ferraz Boutique Vilaggio Gold Cabelereira Cida Cantor local Guto Lemos Churrascaria Las Portas Clínica Médica Dr. Walteir Clínica de Estética Atitude Feminina Concessionária de Motos Paulinho Motos Construtora civil Paiva & Silva Costureira Blandina Diretora escolar Graça Glória Distribuidora de balas e doces Distribuidora Junior Distribuidora de bebidas Distribuidora C& F Distribuidora de gás Murça Drogaria Saúde Empresa de decorações Joelma Decorações Emp. De Equip. Seg. Patrimonial Jaíba elétrica Empresário Darcy Glória Empréstimo Consignado Jaiba Cred –BMG Espaço de eventos Absoluto Hall Fabrica de móveis planejados Marcenaria Santos Faculdade Unopar Farmaceutico Edimar Funcionário Copasa Luciano Funcionário Emater Mônica Dykstra Gerente Bancário Marco Aurélio Gráfica Rema Indústria Sada Bio-Energia Instrutora de auto escola Leidimara Internet banda larga Via Norte Jornal escrito Folha de Jaíba Lanchonete K e F Lavajato Esponjão Locadora de veículos Said Carro Profissional da comunicação Júnior Oliveira Loja de 10 reais Espaço 10 Loja de calçados Fikixiki Loja de celulares Maqtel Loja de confecções MS Modas Loja de confecções Versatti  Modas Loja de langerie Ousada Langerie Loja de discos e cd's Casa do DVD & Acessórios Loja de eletrodomésticos Eletrosom  Loja de mat. de irrigação Central Irrigação Loja de moda infantil  e acessórios p/ bebê Quality Baby Loja de pneus Pneuzão Loja de prod. Agropecuários Jaiba Fértil Manicure Sidileide Maçon destaque Evandro Barbosa Marmoraria Marmoart Médico Dr. Marcos Moura Nutricionista Juscinéia Oficina de bicicleta Ciclogil Oficina de carros Automecânica 90 Oficina de motos Motominas Oficina de lanternagem Josué Papelaria Office Norte Pizzaria Mania Jovem Policial Militar Sgt Barbosa Político Reginaldo Político revelação Enock Vinícius Posto de combustível Verde Azul Emissora de rádio Liberdade FM Restaurante Las Portas Sacolão Panela Cheia Salão de beleza Salão de Lourdes Serraria Madereira Pica Pau Site de eventos Norte Click Loja de som automotivo Rally Sound Car Sorveteria Vó Lena- Ygloo Jaíba Taxista Eduardo Viagens & Encomendas Técnico agrícola Charles Coutinho Técnico em Enfermagem Claudia Cardoso Ténico em Informática Mardem Wilian Trailer de lanche Texas Burguer Vereador Junior Leonir Secretário municipal Geraldo Maia Engenheiro Ambiental Guilherme Henrique(Clima Consultoria) Deputado Estadual Paulo Guedes Deputado Federal Zé Silva Educadora ambiental Cleudenice Oliveira Emp. De decorações de festa infantil Requinte Decorações Empresa de reciclagem Recicla Jaiba Loja de material elétrico Eletronorte Supermercado Super Ma+s Supermercados Stúdio de gravações Ômega Revelação do futebol Marcos Aurélio Gerente de unidade de conservação  ambiental Neilton Viana Contabilidade Diony Funcionário do Ima Roberto Revelação do Futebol Feminino Sabrina. 

LOROTAS DE PEDRO MARQUES (Por Brás da Viola)

O discípulo de Pedro Marques


A nossa personagem viva, Pedro Marques, que sempre foi católico, certo dia converteu-se em outra denominação, passou a seguir preceitos doutrinários de outra crença muito conhecida. “As testemunhas de Jeová”. Só que ele sempre seguiu do jeito dele, nunca de acordo com os estatutos da citada religião. Fazia coisas que não eram aceitas pelo corpo governante da mencionada seita. Por exemplo, ele resolveu pirraçar alguns católicos da região onde morava. Araçuaí – Minas Gerais. Pedro queria que eles não adorassem imagem em escultura, alegando que adoração era devida somente a Deus. O que ele fez? Confeccionou dez cruzes de madeira, envernizou-as, depois, capturou dez lagartos, daqueles de cor verde, conhece? Sem piedade, com os bichinhos vivos os pregou nas cruzes, como se estivessem sendo sacrificados. Em seguida foi até alguns católicos fervorosos e disse-lhes: - gente, eu tenho um novo tipo de imagem para vender pra vocês, são tão reais que o santo balança a cabeça pra lá e pra cá... O povo ficou curioso com esse santo vivo e pediram pra ele os mostrar! Quando viram os crucifixos com os lagartos vivos nas cruzes e com as cabeças balançando, muitos se abismaram... Algumas mulheres até desmaiaram, tendo Pedro Marques que sair correndo, uma vez que fizeram motim para matá-lo. Foi a partir daí que começou o nome de Pedro doido. Espantado com sua arte ele veio pra Jaíba e depois de algum tempo, ele resolve pregar seus ideais bíblicos a outros desta região, mas conforme seus pensamentos. Ele era o chefe. Começa então a batizar pessoas, dentre estas um homem que se chamava “Walter”, que era pedreiro e se tornara o mais novo seguidor das idéias do Pedro. Este recém convertido gostava de beber um “pinguinha” e fazia isto escondido do chefe maior. Certo dia o discípulo chega bêbado na casa do Pedro Marques, querendo estuprar a empregada, que logo grita. - Nesta casa não tem homem? - Claro que tem! O que foi? Pergunta o Pedro. Isso às dez da noite. -Você não está vendo que esse crente safado está querendo me estuprar? – esbravejou a empregada. De repente Pedro pega um cacete e diz para o pedreiro: - Solta ela se não eu te mato, quando este abaixa a cabeça e diz: - “Se é homem mata”. O discípulo não é morto, mas, é expulso da casa de Pedro e também excomungado pelo seu chefe. O que aconteceu? Não levou uma semana o crente pecador foi morto por outro em um boteco. Pedro Marques foi chamado para reconhecer o corpo, chegando lá disse: - Eis que aí está o corpo de um desobediente, recebeu as pragas concebíveis, nunca mais verás sua terra natal! Outros convertidos que não obedeceram sofreram conseqüências gravíssimas, tais como cegueira, lepra, decepamento de membros, catarata, surdez, mutismo, aleijamento, tuberculose, câncer, derrame, calvície, afogamento, acidentes, chifres dos parceiros, peste, quebradeira, “cafubira das bravas” daquelas de coçar com caco de telha, outros ficaram lunáticos e epilépticos, sem falar dos endemoniados, se era magro ficou obeso, se era obeso ficou praticamente um palito, sem contar com a morte logo em seguida! Hei psiu! Você quer ser um discípulo de Pedro Marques? Caso for, seja obediente, senão...

terça-feira, 16 de setembro de 2014

A “ficha” dos principais candidatos a deputado federal em campanha na Jaíba

JOSÉ Silva apoiado
Por pessoas da Prefeitura




LUIS Tibé apoiado por
3 ex presidiários


RODRIGO de Castro
apoiado por Reginaldo



Para uma melhor análise do perfil dos principais candidatos a deputado federal que estão em plena campanha em Jaíba, resolvemos levantar dados da vida pessoal de alguns deles que inclusive já estão amplamente divulgados na internet, mas nem todo eleitor possui a curiosidade de investigar. Estamos divulgando também a ficha criminal e quais delitos os mesmos estão sendo investigados.
A busca principal foi através de um sítio que traz informações sobre o desempenho de todos os deputados federais. A ficha de cada político reúne dados como a frequência a reuniões, evolução patrimonial, a forma como votou matérias no plenário, o uso da cota parlamentar. Também é possível saber sobre processos na justiça e Tribunal de Contas envolvendo o candidato. Dos três candidatos apresentados, Rodrigo de Castro é apoiado pelo grupo liderado por Reginaldo e Correinha. José Silva é apoiado por alguns funcionários e prestadores de serviço da prefeitura local. Luis Tibé é apoiado por três ex-presidiários: Silvano, Detim e Têla.

Rodrigo Batista de Castro
- Dados pessoais: 43 anos, formado em administração de empresas e direito. É filho do ex-deputado federal Danilo de Castro (PSDB). É empresário ligado à construção civil e detém concessão de radiodifusão.
- Cargos relevantes: Foi deputado federal pelo PSDB na legislatura anterior (2007-2011). Foi chefe de gabinete na secretaria de Planejamento e Gestão de Minas Gerais (2003-2006).
- Histórico de filiações partidárias: PSDB
- Declarações de bens prestadas à Justiça Eleitoral em 2014 Total declarado (sem correção) R$ 1.860.637,00
- Votos recebidos em 2010: 271.306
- Custo do voto            R$ 13,68
- Processos na justiça: Não consta haver ocorrências na justiça envolvendo este parlamentar.

José Silva Soares
- Dados pessoais: Formado em engenharia agronômica, é ruralista.
- Cargos relevantes: Sob licença da Câmara, foi secretário de Trabalho e Emprego de Minas Gerais -- de fevereiro de 2013 a abril de 2014. Foi gerente-regional em Uberaba (MG) e presidente estadual da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (1998-2002 e 2003-2010, respectivamente).
- Histórico de filiações partidárias: PDT, SDD
- Declarações de bens prestadas à Justiça Eleitoral em 2014 Total declarado (sem correção) R$ 750.820,00
- Votos recebidos em 2010: 110.570
- Custo do voto R$ 9,11
- Processos na justiça: - STF – Inquérito nº 3810/2013 - É alvo de inquérito que apura captação ilícita de votos e falsificação de documentos públicos para fins eleitorais. Processo número:PA 100000002986201168 no Ministério Público Federal.

Luis Henrique de Oliveira Resende - Tibé
- Dados pessoais: É empresário. Fundou a ONG Valorizar.
- Cargos relevantes: Exerceu mandato de vereador pelo PT do B em Belo Horizonte (2009-2013).
- Histórico de filiações partidárias: PT do B
- Declarações de bens prestadas à Justiça Eleitoral em 2014 Total declarado (sem correção) R$ 1.105.684,00
- Votos recebidos em 2010: 58.677
- Custo do voto            R$ 18,76
- Processos na justiça: - STF - Inquérito N° 3500/2012 - É alvo de inquérito movido pelo Ministério Público Eleitoral que apura omissão na prestação de contas eleitorais. - STF - Inquérito N° 3744/ 2013 - É investigado em inquérito movido pelo Ministério Público Federal que apura concussão e peculato. Trata-se do caso em que parlamentares do PT do B são acusados de cobrar 'caixinha' de servidores comissionados em troca da manutenção dos cargos ocupados. Os deputados Lourival Mendes (PT do B - MA) e Rosinha da Adefal (PT do B - AL) também são investigados. - TJ-MG Comarca de Belo Horizonte - Ação Civil Nº 1811105-29.2011.8.13.0024 - É réu em ação civil de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Estadual.

Situação do ex prefeito Jimi fica bastante complicada com derrota em Brasília e BH

EX PREFEITO Jimi
Os réus Silvano, Detim, Têla e Léo Pintor podem ser atingidos com esta derrota
É dramática a situação do ex prefeito Jimi Murça que foi eleito de forma bastante complicada, e que atualmente se encontra em estado de abandono pelo seu padrinho político que é um médico que arquitetou todo o plano desta eleição encarada como esquisita pela população jaibense.
A derrota de Jimi em instancias superiores podem complicar de forma drástica a situação dos ex presidiários Silvano, Detim, Têla e Léo. Até então o ex prefeito Jimi possuía status de prefeito e foro privilegiado e com isso esta proteção jurídica atingia de certa forma os quatro ex presidiários.
Com o julgamento em instancia superior, Jimi perde também o salário de prefeito que vinha recebendo desde dezembro de 2013 quando foi afastado do cargo, sendo que o Tribunal de Justiça revogou a liminar que o mantinha como prefeito afastado.
Os desembargadores julgaram no último dia 04 deste mês de setembro a liminar, que mantinha Murça com o status de prefeito. Desde dezembro do ano de 2013 ele havia conseguido suspender os efeitos da cassação do seu mandato, pelos vereadores de Jaíba.
Jimi, os quatro ex presidiários e outros ex agentes públicos que atuaram na prefeitura neste tumultuado mandato são acusados de prática de corrupção, desvio de verbas públicas, enriquecimento ilícito, fraudes em processos licitatórios entre outros crimes que podem levar mais gente para cadeia.

Os atos de corrupção na prefeitura de Jaíba foram detectados e denunciados à Câmara Municipal que após receber e investigar as denúncias instalou Comissão Processante e cassou o afilhado político do médico Wellington. Daí em diante a Polícia Federal e o Ministério Público trataram de desvendar outros crimes que envolvia os demais corruptos e empresas ligadas a vários ramos ilícitos.

Diretores de escolas e creches reclamam de receber verduras estragadas

O Governo Federal paga o fornecimento frutas e verduras adquiridas através de produtores rurais para atendimento de merenda aos alunos de creches e escolas administradas pelo município. Sendo que a prefeitura fica responsável apenas pela logística de distribuição, e mesmo assim o trabalho não sendo bem feito.
Em visitas aos órgãos públicos municipais, os vereadores detectaram uma bagunça generalizada patrocinada pela má distribuição de tais gêneros alimentícios. Escolas municipais localizadas em comunidades como Gorutuba, Canudos, Serraria e outras reclamam que as verduras não são entregues continuadamente e quando recebem, chegam bastante estragadas e o destino principal é o lixo.

As verduras e frutas são adquiridas pelo Banco de Alimentos que é ligado à Companhia Nacional de Abastecimento – Conab. Produtores do Projeto Jaíba vem atendendo além de Jaíba, outros municípios e até mesmo outros estados como Bahia no fornecimento de produtos hortifrutigranjeiros. 

Prefeitura atende com atraso proposta de vereadores e asfalta Praça do mercado e sinaliza rua do Zoé Machado como mão única

O requerimento 034/2013 proposto pelo vereador Osmano Fernandes Pereira é datado de 22 de fevereiro de 2013, onde requer a retirada das pedras paralelepípedos das ruas que dão acesso à Praça do mercado, trocando-as por asfalto. Passaram 19 meses para a prefeitura resolver esta situação.
Outra providencia que veio também de forma bastante atrasada foi a sinalização da Rua Eurico Tolentino de Oliveira que passou a funcionar como mão única para melhor atender o fluxo dos alunos da escola Zoé Machado e Anexo Roque Cardoso. A grande problemática é que os veículos não respeitam a determinação da prefeitura, e esta não está tendo competência para a devida fiscalização.

Foi também requerido pelo vereador Welton Luiz da Silva em janeiro de 2014, a sinalização de mão única na Rua Brasília (sentido a praça do Mercado0 e Rua Monte Azul (altura da praça do Mercado até a avenida Cel. Moacir José da Silva. Os recursos para asfaltamento da Praça do Mercado teve um investimento de apenas 20 mil reais dos cofres da prefeitura de Jaíba, sendo que a obra de 800 mil reais foi bancada pelo Governo de Minas.

Prefeitura de Jaíba não repassa reajuste de Agentes de saúde

Desde o mês passado (agosto), a prefeitura desta cidade vem recebendo o reajuste dos Agentes Comunitários de Saúde via Governo Federal e não está repassando para esta classe de trabalhadores. Os agentes já estão aptos a receber o piso nacional da categoria (R$ 1.014,00), sancionado em junho pela presidente Dilma Roussef. Vale lembrar que o custo desta remuneração atinge de forma tímida o cofre municipal, pois o valor é pago pelo governo federal. Sendo que 95% do valor do novo piso será repassado pelo Ministério da Saúde para o Fundo Municipal de Saúde.
Em Jaíba, o valor mensal depositado na conta do município era de R$ 76.050,00, e no mês passado ( agosto) já foi repassado este valor reajustado passando para R$ 96.950,00 que deve ser creditado na folha de pagamento desta categoria. Até então a prefeitura local está pagando apenas um salário mínimo (RS 724,00).
Conforme informações recebidas, o prefeito precisa encaminhar um projeto de lei aos vereadores solicitando autorização para pagar o novo piso salarial que ainda deve ter correção anual pelo INPC (Índice Nacional de preços ao Consumidor).
No último dia 12 de junho, a presidente Dilma sancionou a lei 12.994 que institui o piso salarial para os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE), em todo o território nacional.

Conforme a nova legislação, 95% deste incremento serão pagos pela União, enquanto o município entra com a parcela complementar de 5%.