quinta-feira, 18 de maio de 2017

Sete deputados comparecem à Festa Nacional da Banana que trouxe lucros políticos em prol de Jaíba além de muita diversão, alegria e muita paz para todo o município

ENCERRAMENTO com o torneio de motocross no Projeto Jaíba
Um saldo bastante positivo. Este foi o resultado constatado por todos os organizadores da 19ª Festa Nacional da Banana que coincidiu com o aniversário de 25 anos do município jaibense. Muitas autoridades políticas e vários representantes de classe e de órgãos governamentais vieram prestigiar a festa com a Jaíba resgatando a sua credibilidade no cenário estadual e nacional.
Sete deputados fizeram presentes durante a festa e manifestaram de forma direta ou indireta seu apoio ao município. Foi registrada a presença de três deputados federais e quatro deputados federais: Tadeuzinho, Wilson Batista, Paulo Guedes e Dirceu Ribeiro (estaduais) e Rodrigo de Castro, Raquel Muniz e Renato Andrade (federais).
O prefeito Reginaldo Silva falou com bastante entusiasmo que o ganho maior com o retorno das festividades foi da população jaibense, onde a classe política demonstrou interesse em voltar a investir neste município que já nasceu com um grande potencial desenvolvimentista e que não pode jamais perder a credibilidade juntos aos órgãos governamentais. O prefeito mencionou os investimentos anunciados pelo deputado estadual Tadeuzinho que muito vais contribuir com o município.
Também foi registrada a presença do delegado da Polícia Federal Marcelo Freitas que também prestigiou o evento. 
ABERTURA oficial da festa

Segurança de Jaíba é reforçada com mais treze policiais

PREFEITOS reúnem na capital mineira 
para melhorar segurança
NOVOS policiais são apresentados em Jaíba
O problema de insegurança pública em Jaíba remonta há algum tempo e vem assustando cada vez mais a população de bem deste município. Através do empenho da classe política local, o policiamento militar desta cidade foi reforçado com a chegada neste mês de mais treze policiais que irão atuar na sede do município e no Projeto Jaíba.
Os homicídios em Jaíba cresceram de forma vertiginosa nos últimos anos, sendo 33 casos em 2015, 31 casos em 2016 e até o dia 09 de maio deste ano 09 casos registrados. No início deste ano com o novo governo municipal foi renovado o convênio da Prefeitura local com a Polícia Militar tendo um considerável aumento no valor de repasse como ajuda de custos operacionais.
Prefeitura e Estado reúnem na capital mineira
Logo no primeiro dia após a Festa da Banana, o prefeito de Jaíba Reginaldo Silva, juntamente com outros prefeitos vizinhos esteve reunido com o Secretário de Governo Odair Cunha e com o Secretário de Defesa Social, Sérgio Menezes para discutir os graves problemas da criminalidade em nossa região Norte Mineira. Na reunião ficou acertado a criação de um força tarefa de combate ao avanço da criminalidade com o aumento de mais policiais e um reforço em viaturas, e também o início do estudo de viabilidade para criação do Centro de Ressocialização do Menor Infrator em Janaúba. Para instalação deste Centro que abrigará menores infratores poderá ser aproveitado as instalações de uma escola em Janaúba que foi colocada a disposição.
Na ocasião ainda ficou acertado que menores infratores que cometerem crimes na região, serão transferidos imediatamente para outras regiões do estado até a criação do centro.
“O importante da mobilização e deste encontro é que o Governo deu uma resposta imediata e anunciou medidas efetivas para conter o crescimento da violência na maioria das cidades da região do Jaíba, o que se transformou numa das maiores preocupações da população nos últimos tempos”, comemorou o deputado Tadeu Martins Leite, que atendendo um pedido dos prefeitos e de entidades de classe da região agendou o encontro com os secretários de Estado.
Estiveram presentes na reunião os prefeitos de Nova Porteirinha, Jaíba, Janaúba, Porteirinha, Serranópolis e Espinosa, e outros representantes de classes.

Dívida salarial do ex-prefeito Wellington com servidores é negociada e chega ao fim em acordo firmado entre Sindicato da classe e Prefeitura

JUIZ, Sindicato e Prefeitura fazem acordo
No mês passado houve um grande avanço em benefício dos servidores públicos municipais de Jaíba em relação a débitos salarias de gestões anteriores. Processos trabalhistas que tramitavam há muito tempo no fórum de Manga teve um grande acordo com a atual administração municipal.
No dia 19 do mês passado, o Judiciário da Comarca de Manga realizou o maior acordo de sua história, em valor e em quantidade de beneficiários. Trata-se de demanda de quase 600 servidores públicos do município de Jaíba, que reivindicavam verbas trabalhistas relativas ao ano de 2008 (o prefeito era o médico Wellington). O acordo totalizou mais de R$ 500 mil.
Os processos coletivos e individuais envolviam o Sindicato dos Servidores Públicos de Jaíba e o município. Após vários dias de negociação e diversas audiências, os servidores abriram mão de parte dos juros e da atualização, e ficou acordado que o município de Jaíba irá pagar em folha o devido, em sete parcelas, a partir de junho deste ano. O acordo celebrado irá extinguir quase 40 processos, entre individuais e coletivos, nas duas varas da comarca.
Ao fim da audiência em que se chegou ao consenso, o juiz João Carneiro Duarte Neto parabenizou as partes pelo acordo celebrado. O magistrado disse que, naquele momento, estava sendo corrigido um erro da administração pública e ressaltou a importância da postura conciliatória no atual contexto social e jurídico do país.

Desde janeiro de 2017, a Comarca de Manga desenvolve o projeto Conciliação no Setor Público, que busca resolver os diversos processos envolvendo os municípios, por meio da conciliação. A iniciativa é dos juízes João Carneiro Duarte Neto e Luiz Felipe Sampaio Aranha, com a participação do Ministério Público, e conta com a adesão de todos os municípios da comarca. (Com informações da Ascom do TJMG).

Já à venda pela internet a pílula do pum cheiroso

Não é piada nem propaganda enganosa, já está disponível no mercado, para o conforto e prazer de alguns, a famosa pílula do “pum cheiroso” que acaba com o mal estar permitindo a soltura de gases com aromas agradáveis e variados sabores.
As pílulas que prometem dar cheiro de rosas, chocolate e violeta às flatulências já estão sendo comercializados no site PilulePet.
O invento é do artista francês Christopher Poincheval que, em parceria com jornalistas, criou a pílula com o objetivo de dar mais tranquilidade e liberdade a quem precisa soltar um pum.
Os ingredientes usados no produto são naturais, como a erva doce e o mirtilo, que além de facilitar a digestão, também diminuem a formação de gases.
Cada vidro com 60 pílulas custa 9,99 euros (cerca de R$ 31). O comprador também pode escolher qual o aroma deseja disparar quando soltar um pum, e também há opções especiais para deixar os gases caninos perfumados. 

Banana de Jaíba tem custo de 27 mil/ha. e produtividade de 25 ton./ha.

Técnicos definiram o custo de produção da banana na região norte mineira em R$ 27 mil por hectare. O estudo foi realizado em Jaíba e apontou que a produtividade é de 25 toneladas/ha. Os cálculos foram feitos com base em uma propriedade de 50 hectares, tamanho mais comum na região. Em Jaíba, os dados foram compilados pelo Centro de Inteligência em Mercados da Universidade Federal de Lavas.
“Os resultados servem para balizar o preço do mercado, ajudar o produtor de banana a ter mais competitividade e ainda geram subsídios para avaliação do desempenho da propriedade”, diz o analista de agronegócios da FAEMG. Segundo ele, quem não tem os custos de produção fica sem parâmetros para saber se o negócio é ou não rentável. Os dados servirão de referência para os produtores de banana de todos os municípios do Projeto Jaíba.
A Abanorte apresentou no mês passado (abril) um software para mapeamento de mercado para avaliar a participação do Norte de Minas nos CEASAS do Rio de Janeiro e Minas Gerais. A nova ferramenta tecnológica mostrou as regiões e municípios fornecedores de banana de cada estado, volume de cargas que foram comercializadas no período entre 2011 e 2016, por variedade, ressaltando a importância da região Norte de Minas nestes mercados mapeados ao longo dos últimos 6 anos.
Na análise apresentada os produtores perceberam a forte atuação do Estado do Espírito Santo em períodos onde há menor oferta do Norte de Minas e preços elevados, bem como confirmaram o Estado de São Paulo como um dos maiores fornecedores de banana nanica para o Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Através desta tecnologia de mapeamento foi possível demonstrar a distância das cidades que comercializam banana para os CEASAS e quais os municípios fornecedores que estão em vantagem competitiva em relação a outras regiões no que diz respeito à logística. 

Trator e equipamentos são destinados à associação do Morro do Albano

No mês passado foi a vez da Associação dos Agricultores da Comunidade do Morro do Albano ser agraciada com um trator acompanhado de implementos como grade, carreta e outros. O prefeito Reginaldo informou que outras associações comunitárias também serão contempladas com algum benefício em prol da classe produtora.
O presidente desta associação, o senhor Moisés manifestou bastante entusiasmo com a chegada destes equipamentos que vai beneficiar diretamente os produtores rurais desta comunidade.

A entrega do trator na comunidade Morro do Albano aconteceu de forma festiva com presença de lideranças políticas que empenharam na conquista deste benefício. A doação foi originada de emenda parlamentar.

Cidade de Jaíba é premiada como destaque em Betim-MG

A cidade de Jaíba foi agraciada neste mês de maio com o prêmio troféu “Cidade Destaque”, outorgado pelo IMAPH - Instituto ​Mineiro de Assistência e Promoção Humana, em Betim-MG, juntamente com a prefeitura desta cidade na região metropolitana da capital mineira. O município jaibense foi reconhecido pelo seu potencial e exemplo de gestão que vem sendo implantando neste início de mandato.
A cidade de Betim tem como prefeito o dono da Sada Bioenergia, o senhor Vitório Mediolli. A Sada é uma usina  instalada no município de Jaíba e produtora de açúcar e álcool e grande geradora de emprego.

Na mesma data em Belo Horizonte o prefeito Reginaldo Silva recebeu mais uma ambulância para atender o município através de emenda parlamentar do deputado estadual Dr. Wilson Batista. Este deputado que também atua no Hospital do Câncer em Muriaé vem mostrando ajuda relevante à Jaíba.

5 litros de veneno por ano para cada brasileiro pode ser o motivo de tanto câncer

Dados apontam que 70% dos alimentos como verduras, frutas e cereais consumidos no país estão contaminados por substâncias tóxicas e o que é ainda mais grave é que 28% das substancias tóxicas não são autorizadas pela Anvisa, isto sem contar o excesso contido em grãos geneticamente modificados, que entram na comida processada.
No topo da lista dos alimentos com maior quantidade de veneno estão justamente a soja (40%) e o milho (15%). Ao consumir estes produtos, a título de ilustração do dano, seria como se cada brasileiro tomasse um galão de cinco litros de veneno por ano, na avaliação do Instituto Nacional do Câncer (INCA).
As autoridades de saúde admitem que os casos de intoxicação aguda e crônica provocados pelos agrotóxicos já chegam a 70 mil por ano. inclusive, alerta para a ligação que o uso excessivo de agrotóxicos tem com a incidência de certos tipos de câncer e de doenças genéticas. No entanto – evidentemente, pelo poder econômico do agronegócio – o Brasil segue ocupando a primeira posição no ranking mundial de consumo deles.

Lembrando que a cerveja que é largamente consumida pelos brasileiros tem na sua composição grande quantidade de milho transgênico com alto teor de agrotóxico. 

Banco Central quer negociar dívida de produtores atingidos pela seca

Uma nova resolução do Banco Central publicada no último dia 27 de abril autoriza os produtores rurais da área de atuação da Sudene em Minas Gerais a renegociarem operações de crédito rural de custeio e de investimento, caso tenham sofrido prejuízos em decorrência de seca ou estiagem.
De acordo com o texto da resolução, as instituições financeiras estão autorizadas a renegociar as dívidas vencidas a partir do dia 1º de janeiro de 2016 e aquelas que vençam até o dia 29 de dezembro de 2017, inclusive as operações de crédito prorrogadas por autorização do Conselho Monetário Nacional, contratadas por produtores rurais e por suas cooperativas de produção agropecuária. A renegociação vale para os produtores que atuem em municípios onde tenha sido decretada situação de emergência ou estado de calamidade pública, com reconhecimento pelo Ministério da Integração Nacional.
Os produtores devem procurar o banco onde possuem dívidas e fazer a negociação com base no valor real da dívida, sem que sejam computadas multas ou quaisquer outros encargos por inadimplemento ou honorários advocatícios, como garante a resolução.
O pagamento poderá ser feito em até cinco anos, de acordo com o período de obtenção de renda, no caso de créditos de custeio. Para as operações de investimento e de custeio prorrogadas, o prazo é de um ano, após o vencimento final do contrato, para cada parcela prorrogada.

O pedido de renegociação deve ser efetuado até o dia 30 de setembro de 2017 tendo a necessidade de apresentação de laudo técnico de comprovação das perdas, sendo admitido laudo coletivo.

Novo Centro de Especialidades Médicas em Jaíba

No dia do aniversário de Jaíba, dia 27 do mês passado, quando acontecia a Festa da Banana, também a comunidade jaibense recebia uma antiga reivindicação que é o novo Centro de Especialidades Médicas que está funcionando próximo ao Hospital Municipal.
A partir desta inauguração, toda a população do município já está tendo acesso de forma gratuita a atendimentos​ com médicos especialistas em cardiologia, ortopedia, pediatria e ginecologia e em breve serão disponibilizadas outras especialidades.
A Secretaria Municipal de Saúde lembra a toda á população que o cadastro para as consultas deverá ser feito nos postos de saúde.
O novo espaço está localizado no Centro de Especialidades que fica na Avenida Joaquim Garcia Ladeia nº 503, na mesma rua do Hospital Municipal.

Para mais informações, basta enviar um e-mail para saude@jaiba.mg.gov.br ou com os agentes de saúde que atende nos domicílios.

sábado, 22 de abril de 2017

Serão cinco dias de muita festa no 25º aniversário de Jaíba e a tradicional Festa Nacional da Banana

TODOS estes artistas estarão abrilhantando
a Festa Nacional da Banana e outras muitas
atrações
                         LEONARDO
                 TRIO Parada Dura
                      GINO E GENO
                         ZÉ Felipe
                               NETO LX
 As principais atrações da Festa Nacional da Banana

DIA 27/04/2017(QUINTA-FEIRA) ENTRADA FRANCA: TRIO PARADADURA, BANDA A BLITZ, GLEISSON VIANA, DANNY MENDES e CARLINHOS BALA.
DIA 28/04/2017 (SEXTA-FEIRA): NETO LX, HENRIQUE & DIEGO e LOVE PROIBIDO.
DIA 29/04/2017(SÁBADO): ZÉ FELIPE, BRENNE PACCOS e GINO & GENO.
DIA 30/04/2017(DOMINGO): LEONARDO, AMIGOS DE VANETE e BANDA AXÉ VIP.
ATRAÇÕES DO CAMAROTE: DIA 27/04/2017(QUINTA FEIRA): BANDA AXÉ VIP. DIA 28/04/2017 (SEXTA-FEIRA): BUIÚ BROWN & BANDA. DIA 29/04/2017 (SÁBADO): JHONATA E CONRADO. DIA 30/04/2017 (DOMINGO): BAMBALADA. E DJ`s TODAS AS NOITES TOCANDO DIVERSOS RITMOS
A Prefeitura de Jaíba, prezando mais uma vez pela política da transparência nos atos públicos, esclarece alguns pontos referentes à sua participação na Festa Nacional da Banana.
Para resgatar a tradicional festa, foi necessário trabalhar com parceiros, uma vez que um evento desse porte enseja o uso de muitos recursos.
A fim de garantir a viabilidade da realização do evento foi celebrado uma parceria com o Sindicato dos produtores rurais de Jaíba e Matias Cardoso. A Prefeitura de Jaíba contribuiu com o valor de 250 mil reais para o Sindicato Rural e este em contrapartida deverá apoiar os seguintes eventos: entrada GRATUITA para todos os cidadãos no dia do aniversário da cidade, 27/04/2017. Apoiar a cavalgada a ser realizada no dia 27/04. Apoiar o Veloterra no dia 30/04. Apoiar o tradicional motocross no dia 1º de maio em Mocambinho, inclusive com a realização de shows gratuitos e com artista de expressão nacional. Disponibilizar estandes para representantes da agricultura familiar. Promover workshopps e oficinas com temas ligados ao agronegócio. Promover seminários para produtores rurais. Promover cursos e palestras com palestrantes de renome nacional. Disponibilizar estandes para artesão locais, a fim de resgatar nossa força cultural. 

Traição no casamento pode dá indenização por dano moral

Depende apenas dos deputados federais uma mudança no Código Civil para tornar lei uma regra que, na prática, já foi aplicada em algumas decisões judiciais: a traição no casamento pode passar a dar direito ao parceiro traído a uma indenização financeira por dano moral.
É o que prevê projeto de lei (PL 5716/16) em tramitação na Câmara dos Deputados que modifica o Código Civil, incluindo punição para descumprimento do artigo que coloca a “fidelidade recíproca” como um “dever” no casamento.
Segundo um deputado paraibano, autor do projeto, a pulada de cerca deve ser motivo não apenas de culpa conjugal, mas de “culpa civil” para embasar a condenação do responsável a ressarcir o traído pelo dano. “No intuito de explicitar no âmbito do Código Civil a responsabilidade civil por dano moral decorrente do descumprimento por qualquer dos cônjuges do dever de fidelidade recíproca no casamento, propõe-se nesta oportunidade o presente projeto de lei, que cuida de acrescentar um dispositivo com este teor normativo ao referido diploma legal”, registra.

Em uma decisão de Santa Catarina, um marido conseguiu sentença estabelecendo uma indenização de R$ 50 mil pela mulher, depois de descobrir que ela tinha um caso extraconjugal. A decisão foi embasada justamente no artigo do Código Civil que fala em fidelidade recíproca como uma das obrigações do casamento. 

CUIDADO Selfie e rede social não combinam com Receita Federal

Muita gente inocente adora ostentar fotos em redes sociais mostrando que está numa praia bonita, em Paris, em Roma ou outro local que mostra riqueza e luxúria. Isto sem saber que o Governo está “xeretando” a vida de todos os brasileiros para avaliar se o seu padrão de vida condiz com o que declarou no imposto de renda.
Uma simples selfie numa pracinha da Europa, ou até mesmo ao lado de seu carro do ano pode dar dor de cabeça a partir de agora. Ostentar um padrão de vida para amigos e familiares nas redes sociais e declarar outro no Imposto de Renda pode sair caro para o contribuinte, e a Receita Federal tem reforçado cada vez mais a fiscalização em sites e redes sociais em busca dessas inconsistências financeiras.
As informações obtidas on-line viram ponto de partida para uma investigação mais detalhada dos auditores, afirmou o coordenador-geral de Fiscalização da Receita.
A ideia é achar os “laranjas”
Segundo o representante da Receita Federal toda fiscalização é feita com base numa análise de risco, a partir de um algoritmo que varre a internet com palavras-chave e vincula um determinado perfil a critérios já programados.

Com esse mapeamento, a Receita consegue identificar casos de “laranjas” usados por empresas para sonegação. “A gente fiscaliza uma empresa e vê que o nome que está no contrato social não tem capacidade financeira ou conhecimento para ser sócio. O dono de uma empresa com faturamento de R$ 100 milhões no ano e que posta foto de churrasco da favela. É dono da empresa? Não. Aí vamos atrás de quem é o dono, a partir dos contatos dessa pessoa”, afirma o coordenador de Fiscalização da Receita Federal.

CUIDADO seu celular pode tirar seu emprego

Isso mesmo, o uso irregular do aparelho celular pode acabar com um dos seus maiores patrimônios que é seu emprego. Foi o que aconteceu com um serralheiro de Maringá, no Paraná. Ele não cumpriu a regra de segurança da empresa, que vedava o uso do celular durante o expediente, e foi demitido por justa causa. O caso está na Justiça, ainda cabe recurso, mas até agora está mantido o entendimento de sentença.
Um profissional da lei observa que no caso em questão o celular era proibido em razão de normas de segurança. “É preciso tomar cuidado no uso do celular não só no local de trabalho, mas no dia a dia. É possível sofrer um acidente, como bater o carro ou cair na rua, por causa de distrações ao utilizar o aparelho”.
O autor do processo trabalhou em uma pequena serralheria por quase dois anos. A execução do serviço envolvia manipulação de máquinas de corte, de polimento e soldas, além de produtos químicos com algum grau de toxicidade. Por conta do risco, era norma da empresa que não se utilizasse o celular durante o expediente.
O advogado explica que o uso do telefone em situações normais de trabalho não é proibido. “Agora, há casos em que, para evitar espionagem industrial, empresas impedem o uso de celulares com câmera em determinadas áreas”.

Lembrando que o uso excessivo do celular ou de redes sociais pode interferir na produtividade do trabalhador, podendo ser uma infração disciplinar e, em casos mais graves, levar à demissão. 

Desvio de águas do rio Verde é discutido em Montes Claros

O comitê responsável pela Bacia Hidrográfica do Verde Grande reuniu mais uma vez no início deste mês juntamente com os responsáveis por uma fazenda de São João da Ponte que desvia as águas do rio que atravessa a cidade de Jaíba. Neste comitê tem um representante de Jaíba que é Geraldino Loiola Moreno que também atua na Ruralminas.
A grande dificuldade em punir os representantes desta fazenda é que os mesmos possuem licença do próprio governo para tal prática e os mesmos querem de forma audaciosa aumentar o limite desta autorização. Estudos mostram que a retirada desta água chega a quase 1.000 litros por segundo para irrigar capim e manter 18 mil cabeças de gado.
O Comitê da Bacia Hidrográfica do Verde Grande solicitou ao Ministério Público que sejam adotadas medidas urgentes para resolver a retirada de água nas fazendas Santa Mônica e Fortaleza, em São João da Ponte. O comitê propôs que os poços e a irrigação fossem paralisados, pois estavam deixando os moradores de Jaíba e Varzelândia sem água para consumo humano. A discussão foi forte e bastante acalorada

Os fazendeiros são denunciados por descumprir as normas ambientais, como a perfuração de 80 poços e ainda puxar a água do rio Verde Grande. O agravante é que foi pedida pelos fazendeiros a ampliação da retirada de água, para 2.000 litros segundo.